A Pasta 100% Caju é o novo produto Continente que promove a alimentação saudável e o acesso à nutrição básica das crianças que vivem na Guiné-Bissau. Uma iniciativa apoiada pela Missão Continente em parceria com a Hope for Fulanis.

Promover o acesso à nutrição básica

Para valorizar a castanha de caju de origem africana, o Continente associou-se à Hope for Fulanis e transformou a castanha de caju num produto de valor acrescentado e produzido em Portugal - a Pasta 100% Caju.

Ao comprar a Pasta 100% Caju numa das lojas Continente, uma parte do valor reverte para o centro de prevenção à desnutrição infantil, que garante acesso a refeições gratuitas de centenas de crianças guineenses, contribuindo como incentivo para a sua escolaridade e para o seu desenvolvimento físico, cognitivo e emocional.

No Continente estamos empenhados em continuar a criar valor social, sabendo da nossa responsabilidade enquanto marca que está presente na vida de todos.

Ana Alves, Diretora Comercial de Marcas Próprias da Sonae MC

Portugal e Guiné-Bissau

No Continente estamos empenhados em continuar a criar valor social, sabendo da nossa responsabilidade enquanto marca que está presente na vida de todos.

Ana Alves, Diretora Comercial de Marcas Próprias da Sonae MC

Como consumir

A Pasta 100% Caju é uma fonte natural de proteína, reforçando o compromisso da marca Continente em democratizar o acesso a produtos nutricionalmente equilibrados, num momento em que os portugueses estão cada vez mais conscientes da importância da sua alimentação e do impacto que esta tem na sua saúde.

Pode consumir a pasta de caju como forma de diversificar os seus pequenos-almoços ou lanches. Pode barrar a pasta de caju numa fatia de pão ou tosta, misturar uma colher de sobremesa num iogurte natural ou, por exemplo, misturar uma colher de sobremesa de pasta de caju num batido de fruta, por exemplo.

Juntos no combate à fome mundial

A Hope for Fulanis tem vindo a desenvolver vários projetos na área da saúde, educação, nutrição infantil, formação profissional e acesso a água potável para a população no interior da Guiné-Bissau.

Tendo como prioridade o acesso ao ensino básico de qualidade como um direito para todas as crianças e o combate à desnutrição infantil, que continua a ser um dos maiores flagelos de saúde mundial e a maior causa de mortalidade infantil, a Hope for Fulanis tem um protoloco de ação e incentivo à escolaridade no âmbito do “Programa Mundial de Alimentos” das Nações Unidas e já fundou 15 escolas primárias, que matriculam mais de 1.900 crianças e influenciam mais de 5.000 pessoas por ano.