22 abr 2021 17:00 - 19:00 https://bit.ly/3aapu8I

Plástico: Utilização responsável para um futuro melhor

Debate online promovido pelo projeto Plástico Responsável Continente, em parceria com o jornal Público. Acesso livre e gratuito. Participe!
imagem de folhas e plantas que remetem para sustentabilidade ambiental

No âmbito das comemorações do Dia da Terra, o projeto Plástico Responsável Continente, em parceria com o jornal Público, promove no dia 22 de abril, às 17h00, uma conversa online (de acesso livre) sobre o que se está a fazer em Portugal para travar a proliferação desnecessária do plástico.

Moderada pelo Diretor-Adjunto do jornal Público, David Pontes, o debate “Plástico: utilização responsável para um futuro melhor” conta com a presença de Inês dos Santos Costa, Secretária de Estado do Ambiente, Pedro São Simão, Smartwaste e coordenador do Pacto Português para os Plásticos, Susana Ferreira, da Associação ZERO, e Pedro Lago, Diretor de Projetos de Sustentabilidade e Economia Circular da Sonae MC.

O Plástico Responsável Continente é a plataforma digital do Continente dedicada às iniciativas da marca no âmbito da sua Estratégia para o Uso Responsável de Plásticos, onde se encontram notícias nacionais e internacionais sobre os Plásticos, opiniões e entrevistas de especialistas e ainda dicas para um dia a dia mais consciente.

O Continente tem vindo a implementar diversas medidas no âmbito da sua Estratégia para o Uso Responsável dos Plásticos. Em 2020, o Continente alcançou um nível de poupança superior a 4,2 mil toneladas de plástico virgem por ano. Além das toneladas de plástico virgem eliminadas (entre eliminação de plástico considerado desnecessário e substituição de material virgem por reciclado), a marca substituiu ainda 50 toneladas de plástico com baixa reciclabilidade (como o PVC) por outros materiais mais fáceis de reciclar (como o PET) dos seus produtos. Atualmente, 70% das referências de marca própria já são 100% recicláveis.

Enquanto agente ativo na promoção de hábitos de consumo conscientes, o Continente assumiu o compromisso de antecipar para 2025, a ambição definida pela União Europeia para 2030, de reduzir (ou mesmo eliminar quando possível) a utilização de materiais de plástico de origem fóssil, no que diz respeito aos produtos de marca própria, assegurando ainda que todos eles têm embalagens reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis.